Diocese de Itapetininga

A Diocese de Itapetininga foi criada pelo Papa São João Paulo II através da Bula Pontifícia “Apostolicum Munus” em 15 de abril de 1998. Nesta mesma data o Santo Padre nomeou o primeiro Bispo de Itapetininga na pessoa de Dom Gorgônio Alves da Encarnação Neto CR.

A Instalação da Diocese, a Ordenação Episcopal de Dom Gorgônio e sua tomada de posse, aconteceram no dia 19 de julho de 1998 na Catedral Nossa Senhora dos Prazeres (Itapetininga/SP), em cerimônia presidida pelo Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom José Lambert (in memorian), saudoso Arcebispo Metropolitano de Sorocaba, com a presença dos Bispos da Província Eclesiástica e Bispos de outras localidades.

Localizada no Sudoeste do Estado de São Paulo, a Diocese de Itapetininga tem uma área geográfica de 7.948 Km², abrangendo os municípios de Itapetininga, Tatuí, São Miguel Arcanjo, Pilar do Sul, Angatuba, Paranapanema, Alambari, Campina do Monte Alegre, Cesário Lange, Capela do Alto, Guareí, Sarapuí, Porangaba, Quadra e Torre de Pedra.

No início, em 1998, a Diocese contava com 320.000 habitantes distribuídos em 19 Paróquias, que compreendiam cerca de 250 Comunidades rurais e urbanas. Para o atendimento pastoral dispunha de 23 dedicados Sacerdotes e 16 Diáconos Permanentes. Estavam e continuam presentes na Diocese seis comunidades de vida consagrada feminina.

Com a Graça de Deus, após 20 anos constatamos um crescimento significativo. Hoje, a população está em torno de 450.000 habitantes; contamos com 40 Paróquias compreendendo 405 Comunidades, 56 Presbíteros, 105 Diáconos Permanentes e 27 Seminaristas.

RETROSPECTIVA DOS 20 ANOS

1998 – Criação e Instalação Canônica da Diocese; Ordenação do Bispo e início da caminhada diocesana: Reuniões, formação dos conselhos; estruturação jurídica e econômica; Contato com as lideranças; Visitas às Paróquias.

1999 – Criação do Seminário Diocesano São João Paulo II; 1ª Assembleia Ordinária Diocesana; Início da construção do Prédio do Seminário; Criação das Paróquias São Pedro (Torre de Pedra); Bom Jesus (Quadra) e, São Roque (Campina do Monte Alegre) e, São José (distrito de Campos de Holambra).

2000 – Celebração do Ano Santo e início do 3º Milênio; Inauguração da primeira parte do prédio do Seminário; Início da Escola Diaconal para 15 candidatos; Celebração dos 500 anos de Evangelização do Brasil.

2001 – Ordenação de 13 novos Diáconos Permanentes; Primeira Visita Pastoral do Bispo às Paróquias, Criação da Paróquia Santana e Santa Rita.

2002 – Canonização de Santa Paulina; Ordenação do Primeiro Sacerdote da Diocese de Itapetininga.

2003 – Visita Ad Limina Apostolorum. Bispo é recebido por São João Paulo II em Roma; Ordenação de 3 novos Padres.

2004 – Criação das Paróquias São José Operário e Sagrada Família (Tatuí); Inauguração da segunda Parte do Seminário; Ordenação de 1 novo Padre.

2005 – Morte de São João Paulo II; Eleição de Bento XVI; 2ª Assembleia Ordinária Diocesana; Ordenação de 2 novos Padres.

2006 – Carta do Papa “Deus Caritas est”; Ordenação de 6 novos Padres.

2007 – Abertura da comemoração do Primeiro Decênio da Diocese; Assembleia Extraordinária Diocesana; Conferência do Episcopado Latino Caribenho em Aparecida (SP); Visita do Papa Bento XVI ao Brasil; Canonização de Santo Antonio de Sant’Ana Galvão; Ordenação de 4 novos Padres.

2008 – Primeira Romaria Diocesana ao Santuário Nacional de Aparecida; Segunda Visita Pastoral do Bispo às Paróquias; Celebração do 10º aniversário da Diocese e da ordenação de Dom Gorgônio; Lançamento da pedra fundamental da Sede da Diocese de Itapetininga; Ordenação de 2 novos Padres.

2009 – Visita Ad Limina Apostolorum, Bispo é recebido pelo Papa Bento XVI; Início das atividades da Fundação “Divina Providência”; Ordenação de 1 novo Padre.

2010 – Criação das Paróquias São Lázaro (Tatuí) e, Senhor Bom Jesus e São Roque (Distrito do Bom Retiro); Inauguração da Capela São José do Seminário São João Paulo II; Inauguração da Sede da Diocese; Ordenação de 3 novos Padres.

2011 – Criação das Paróquias Nossa Senhora das Graças, Santa Cruz, São Paulo Apóstolo (Itapetininga) e, Santa Teresinha do Menino Jesus (Tatuí); 3ª Assembleia Ordinária Diocesana e elaboração do Plano Diocesano de Pastoral.

2012 – Construção e Inauguração da Sede da Pastoral da Criança; Ordenação de 2 novos Padres; Criação das Paróquias Nossa Senhora de Fátima (Itapetininga), São Judas Tadeu (São Miguel Arcanjo) e Sagrado Coração de Jesus (Tatuí).

2013 – Renúncia do Papa Bento XVI e Eleição do Papa Francisco; Visita do Papa Francisco ao Brasil; Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro; Ordenação de 2 novos Padres.

2014 – Visita Pastoral com a Realização de Assembleias Paroquiais em todas as Paróquias sobre a aplicação do Plano Diocesano de Pastoral; Abertura da Escola Diaconal com 45 candidatos; Ordenação de 1 novo Padre; Criação da Paróquia São Judas Tadeu (Angatuba).

2015 – Diocese assume diretamente a administração da Casa de Retiro “Betânia”; Criação de 2 novas Paróquias: Nossa Senhora Aparecida (Itapetininga) e Nossa Senhora do Pilar (Pilar do Sul); Ordenação de 2 novos Padres e 1 Diácono Permanente formado pela Escola diaconal.

2016 – Assembleia Ordinária Diocesana para a Aprovação do Plano Diocesano de Evangelização; Ordenação de 3 novos Padres; Criação da Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Fátima (Tatuí).

2017 – Celebração dos 300 anos do Encontro da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e Visita da Imagem Peregrina às Paróquias da Diocese; Visita Pastoral de três dias às 40 Paróquias da Diocese; Ordenação de 44 Diáconos Permanentes que concluíram a Escola Diaconal; Criação e Instalação do Tribunal Eclesiástico da Diocese de Itapetininga; Ordenação de 1 novo Padre;

2018 – Celebração dos 20 anos da Diocese e 1 ano de instalação do Tribunal Eclesiástico Diocesano; Celebração dos 20 anos da Sagração Episcopal de Dom Gorgônio; Nomeação ao Episcopado do Pe. Manoel Ferreira dos Santos Júnior, Missionário do Sagrado Coração e filho desta Diocese. Dom Manoel foi empossado 3º Bispo da Diocese de Registro (SP); Elevação e instalação da Basílica Menor de São Miguel Arcanjo; Devolução das imagens centenárias de São Francisco de Assis e de São João Batista pelo Museu Arquidiocesano de Arte Sacra de Sorocaba à Diocese de Itapetininga; Criação da Região Pastoral da futura Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Distrito do Gramadão); Ordenação de 2 novos Padres.

PALAVRA DO BISPO

Dom Gorgônio

Eterna é a sua misericórdia!

FACEBOOK