Celebração marca os 300 anos da primeira missa em Guareí

Aconteceu nesta quarta-feira (13), na Comunidade Nossa Senhora Aparecida do Bairro do Itatig em Guareí, a Santa Missa em Ação de graças pelos 300 anos da primeira missa celebrada na cidade. A celebração foi presidida pelo Padre Lucas Augusto e contou com a presença de dezenas de fiéis da comunidade e dos bairros vizinhos e autoridades.

300 anos depois, celebramos essa Missa, bendizendo a Deus por esses três séculos de evangelização em terras guareienses. A pedido de Monsenhor Castanho, 47 anos depois, colocamos a placa para registrar esse momento importante de nossa história e transmitir para as futuras gerações”, comenta Padre Lucas.

 

Histórico

Os guareienses mais velhos ainda ouviram contar pela tradição que a Capela Velha foi fazenda dos Padres da Companhia e que naqueles campos deixaram um tesouro.

A fazenda de Guareí foi concedida pelo loco-tenente do donatário da capitania de São Vicente e pelo governador de São Paulo, mais uma sesmaria doada por José de Campos Bicudo, formando duas grandes fazendas, com os nomes de Guareí e Botucatu entre a margem direita dos rios Guareí e Paranapanema. As concessões foram em 1713, 1719 e 1723 e a doação em 1723. A sede da Fazenda era constituída de uma Capela chamada de São Miguel e posteriormente denominada de Capela Velha.

Padre Estanislau de Campos Bicudo, nasceu em Itu no ano de 1649. Filho de Felipe de Campos Bander Borth e Margarida Bicudo. Com 18  anos entrou para a Companhia de Jesus, sendo transferido para a Bahia em 1698, em 1722 foi transferido para São Paulo, com 74 anos. Foi aclamado pelos paulistas e foi escolhido para ser diretor espiritual de Rodrigo César (Governador da Capitania de São Paulo), que não tomava nenhuma importante medida referente à causa pública sem que, primeiramente, lhe ouvisse o iluminado parecer.

Com muito sacrifício o padre Estanislau de Campos, entre 1723 e 1730, ia de São Paulo a Itu, de Itu a fazenda de seu irmão, chamada de Fazenda Paiol e dai à Capela Velha, onde celebrava a Missa e os sacramentos. Monsenhor Luiz Castanho de Almeida, ilustre filho de Guareí, registra em seu livro: Guareí, nossa terra, publicado em 1976, que em 1723, padre Estanislau de Campos celebrou a 1ª Missa de Guareí. Com 85 anos, após receber os últimos sacramentos, faleceu o Padre Estanislau de Campos, no dia 12 de julho de 1734, em ardor de santidade!

 

Fotos: Divulgação Paróquia São João Batista de Guareí