Daca: Papa visita Museu em homenagem ao Pai da Nação

Do Memorial dos Mártires, o Papa Francisco dirigiu-se ao “Bangabandhu Memorial Museum”, distante 35,4 km, segundo compromisso em terras bengalesas.

O Pontífice foi acolhido no local por cinco familiares daquele que é considerado o “Pai da Nação”, Xeique Mujibur Rahaman.

Francisco depositou  uma coroa de flores no Memorial, fez uma oração silenciosa e assinou o Livro de Honra.

Mujibur Rhaman viveu neste local, até ser assassinado juntamente com 31 membros de sua família em 15 de agosto de 1975, durante a guerra de independência do país. As paredes do Museu ainda preservam as marcas dos tiros disparados na ocasião.

A moradia transformou-se em Museu em 1997 e nele estão expostas algumas fotografias raras da vida do Xeique Mujibur – primeiro Presidente do país – objetos pessoais usados ao longo de sua existência.

Do Museu em homenagem ao “Pai da Pátria”, o Papa Francisco transferiu-se ao Palácio Presidencial, distante 36 km, onde foi recebido pelo Secretário Militar do Presidente, que o acompanhou até a entrada de honra, onde lhe aguardava o Presidente, Abdul Hamid.

Após as saudações, realizou-se o encontro privado no “Credentials Hall”. A família do Presidente foi apresentada ao Pontífice e houve a troca de dons.