Há necessidade de contratar um advogado para atuar no Tribunal Eclesiástico?

Não. O próprio Tribunal possui um rol de advogados habilitados e designados pelo Bispo para atuar nos processos canônicos. Um desses advogados será indicado para cada processo. Quando levar os documentos no Tribunal, você assinará uma procuração a um desses advogados.