Rádio Conexão Católica

MONS. VIGANÒ: COBERTURA MIDIÁTICA DO JUBILEU SERÁ UM EVENTO INÉDITO

O Prefeito da Secretaria para a Comunicação, Mons. Dario Edoardo Viganò, Diretor do Centro Televisivo Vaticano (CTV), disse numa entrevista à Rádio Vaticano que a cobertura midiática da abertura da Porta Santa do Jubileu da Misericórdia, no próximo dia 8, será um evento inédito, pois se realizará ao vivo para todo o mundo com tecnologia Ultra HD.

A iniciativa, que conta com a colaboração entre CTV e Rádio Vaticano, e a contribuição tecnológica de Sony, Eutelsat, Globecast e DBW Communication, foi apresentada nesta quarta-feira (02/12), na sede da Filmoteca Vaticana.

Mons. Viganò: “Como aconteceu nestes últimos anos, este é o fruto de colocar em torno de um projeto vários sujeitos particularmente significativos. Por ocasião da abertura da Porta Santa da Misericórdia produzimos um sinal em 4K Ultra-HD que será distribuído com satélites Eutelsat. Teremos um shooting único, mas com uma multiplicidade de formatos e isso permitirá de um lado a fruição muito maciça e de outro a possibilidade para quem tem uma televisão plasma Ultra HD 4K de ver em 4k a cerimônia de abertura do Ano Santo. Penso sobretudo em algumas partes da Ásia ou América do Norte onde a televisão 4k é uma realidade cotidiana. Portanto, um conjunto de realidades e talvez a primeira ocasião em que a Secretaria para a Comunicação trabalha junto com o Centro Televisivo Vaticano e a Rádio Vaticano. A Rádio Vaticano produzirá o sinal 5.1 áudio, de grande nível, e teremos quatro canais linguísticos. Este é outro elemento muito importante. Portanto, se caminha em direção ao que o Santo Padre nos indicou, ou seja, uma fusão de duas entidades naquela que será a Rádio Televisão Vaticana.”

Uma tecnologia tão envolvente que parece ter nascido para o Papa Francisco…

Mons. Viganò: “Sim! Não obstante ele seja envolvente por natureza. Podemos ‘domesticar’ a tecnologia colocando-a a disposição, mas a força não é muito da tecnologia mais de um homem que faz de um anúncio, um anúncio que tem o peso da verdade de sua história.”

Enquanto se exploram estas fronteiras da tecnologia, o CTV e a Santa Sé não pretendem deixar de fora quem não possui esta tecnologia. Neste evento também se vê isto ou não?

Mons. Viganò: “Sim. Vê-se em dois níveis. De um lado, levando aos lugares de sofrimento o maior nível da tecnologia. Penso, por exemplo, no fato de que estaremos presentes, com pontos de transmissão, no Cárcere de São Vito em Milão, no Hospital Gemelli e estamos pensado na possibilidade de levar isto também à Terra Santa. De outro, o fato de que produzimos com todos os formatos. Portanto, quem tem a televisão SD, ou seja, de definição padrão, por exemplo, poderá ver tranquilamente este evento.”