Rádio Conexão Católica

PAPA QUER GUARDAS SUIÇOS EM TODAS AS SUAS VIAGENS

O Papa acaba de confiar mais uma missão ao Corpo da Guarda Suíça: pediu que alguns de seus membros o acompanhem em suas viagens dentro da Itália, como ocorreu em Nápoles, no último sábado, 21.

Ao que parece, Francisco teria se surpreendido ao notar que a instituição que protege os Pontífices há mais de cinco séculos não o acompanhasse em todos os lugares. Assim, pediu ao novo comandante da Guarda Suíça Pontifícia, Christoph Graf, que alguns de seus homens viagem com ele também na Itália, e não só ao exterior. Atualmente, apenas os policiais da ‘Gendarmaria’ vaticana trabalham na segurança do Papa no território italiano, ao lado, obviamente, da Polícia italiana.

Pela primeira vez. alguns guardas suíços, vestidos à paisana, cuidaram da segurança do Papa durante o retiro de Quaresma da Cúria, no final de fevereiro, na localidade de Ariccia. Alguns até o acompanharam em sua última visita a uma paróquia, na periferia da capital. E enfim, sete deles, à paisana, estiveram ao seu lado durante a visita a Nápoles. Nas próximas viagens, como à Bósnia em junho ou à América Latina, em julho, os suíços serão ainda mais numerosos.