13 de maio – Dia de Nossa Senhora de Fátima

Celebramos, neste dia 13 de maio de 2024, a memória facultativa de Nossa Senhora de Fátima. É a mesma Mãe de Jesus, só que onde Ela aparece, recebe um título diferente, a depender da localidade e circunstância da aparição. Nossa Senhora de Fátima é uma santa popular aqui no Brasil, têm diversas paróquias com o título de Nossa Senhora de Fátima e os fiéis festejam bastante, sobretudo, a significativa colônia portuguesa existente no Brasil.

O mês de maio é por excelência o mês Mariano, justamente, por celebrarmos Nossa Senhora de Fátima, no dia 13, Nossa Senhora Auxiliadora, no dia 24, Nossa Senhora Mãe da Igreja, no dia 29, e a Visitação de Nossa Senhora, no dia 31. Além do Dia das Mães, que esse ano será comemorado no dia 14. Durante o mês de maio, somos convidados a rezar o terço, por isso, se possível reze o terço nesse dia dedicado à Nossa Senhora de Fátima. As paróquias, além das missas, nesse dia dedicado à Virgem de Fátima, promovem a oração do terço.

 A aparição de Nossa Senhora de Fátima aconteceu em 13 de maio de 1917. Esse ano completam 105 anos da primeira aparição. Primeira aparição, porque após 13 de maio de 1917, Nossa Senhora apareceu mais cinco vezes aos pastorinhos, até o mês de outubro. Nossa Senhora de Fátima apareceu a três pastorinhos: Lucia de Jesus Santos, e seus primos Francisco e Jacinta Marto, todos na faixa etária dos 10, 9 e 7 anos, respectivamente. Eles tiveram uma visão de Nossa Senhora no local denominado como “Cova da Iria”.

Nossa Senhora sempre quando aparece a alguém é para ajudar em alguma situação difícil ou revelar que Deus nos ama mesmo diante da dificuldade. Nossa Senhora ensina que podemos perder tudo, menos a fé. E assim, como nas Bodas de Caná da Galileia, Ela intercede a Deus por seus filhos. Nossa Senhora diz: “Fazei tudo o que Ele vos disser”. Ela nos ensina a confiar na graça e na misericórdia do Senhor. Nossa Senhora é aquela que anuncia a paz e acalma o coração.

Lúcia via e conversava com Nossa Senhora de Fátima, Francisco só via e não ouvia os diálogos, Jacinta via e ouvia, mas não conversava com Nossa Senhora de Fátima. Os três descreveram a aparição de Nossa Senhora da seguinte forma: “Parecia ter uns 18 anos a senhora, rodeada de claridade fulgurante, seu vestido era de uma alvura puríssima, assim como o manto ornado de ouro, que lhe cobria a cabeça e grande parte do corpo”. Eles disseram ainda: “O rosto sobrenatural e divino, estava sereno e grave, com uma sombra de tristeza. Em suas mãos, uma cruz de ouro com um terço em contas que pareciam pérolas, e de seu corpo, especialmente do rosto irradiavam feixes de luz, incomparavelmente superior a qualquer beleza humana”.

Nossa Senhora de Fátima trazia uma preocupação consigo, por isso, os pastorinhos a descrevem com o rosto sereno e grave, com uma sombra de tristeza. A humanidade estava com o coração distante do Senhor e só pensavam em guerra. Em meio à Primeira Guerra Mundial, Nossa Senhora pede para que os pastorinhos rezassem pela paz mundial e pelo fim da guerra. A oração que eles deveriam fazer é o santo terço. A mensagem que Nossa Senhora de Fátima traz é de conversão e arrependimento. Ela diz que somente por meio da oração é possível alcançar a paz, e para eles não terem medo, pois ela era do céu.

Nossa Senhora de Fátima insiste com eles sobre a oração do terço, pois somente com muita oração o comunismo cairia. Ela disse isso e, de fato, aconteceu. A oração e a Igreja, através do Papa São João Paulo II, tiveram papel decisivo na queda do muro de Berlim e, como consequência, o comunismo.

Nossa Senhora de Fátima pergunta às crianças se elas aceitariam voltar por mais cincos meses naquele mesmo local e na mesma hora ao longo do ano. As crianças aceitaram e voltaram (dentro do possível) naquele mesmo local nos meses seguintes. Ao longo das aparições, Nossa Senhora revelou às crianças alguns segredos e dentre esses segredos, ela fala sobre o atentado que o Papa São Joao Paulo II iria sofrer.

Em uma das aparições, Nossa Senhora de Fátima ensinou aos pastorinhos a oração que rezamos sempre ao final de cada mistério do terço. Ela disse a eles: “Quando rezarem o terço, digam após cada mistério; ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, principalmente aquelas que mais precisarem”. Nossa Senhora de Fátima previa que a humanidade estava com o coração longe de Deus, mergulhada no pecado e próxima do inferno e não do céu. Após a terceira aparição, o povo começou a acreditar naquilo que as crianças diziam, e cada vez mais se aglomeravam mais pessoas, e na última aparição o número de pessoas chegou a 30 mil.

Na sexta aparição, Nossa Senhora de Fátima disse à Lúcia que com o dinheiro arrecadado com as doações, deveria ser construído naquele local uma capela, dedicada à Nossa Senhora do Rosário, pois Ela sempre aparecia com o terço na mão. Foi acrescentado “Fátima”, por ela ter aparecido na cidade de Fátima.

Fátima nos ensina o caminho da oração e do amor ao próximo, que Ela interceda pelo nosso país e o mundo e o livre da guerra e da violência. Que a Virgem de Fátima interceda pelo Papa Francisco e pela Igreja e que o Espírito Santo renove o coração de cada fiel. Já se passaram 106 anos, mas a mensagem de Fátima é sempre atual, sobretudo, façamos tudo aquilo que o Senhor nos disser.

 

Fonte: CNBB