Rádio Conexão Católica

ASSEMBLEIA CNBB: MENSAGEM PARA AS ELEIÇÕES 2016

O 8º dia dos trabalhos da 54ª Assembleia Geral (AG) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB, em Aparecida, SP, cujo tema central é “Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade – Sal da terra e luz do mundo”, teve início com a Santa Missa no Santuário Nacional, transmitida para todo o Brasil pelas emissoras de rádio e televisão católicas. A celebração desta manhã foi presidida pelo Cardeal Claudio Hummes, Arcebispo emérito de São Paulo e Presidente da Comissão para a Amazônia da CNBB. Concelebraram os Bispos dos Regionais do Nordeste e Oeste do Brasil.

A reflexão sobre o tema central domina o encontro dos Bispos que estão aprofundando a questão devendo ser aprovado como documento.

Os trabalhos desta manhã têm início com uma privativa no Santuário Nacional devendo depois continuar no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho.

Já no início da tarde, no encontro com os jornalistas, o Arcebispo de Salvador (BA) e Vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Murilo Sebastião Krieger, e o Bispo de Campos (RJ), Dom Roberto Ferrería Paz, apresentarão a Mensagem para as Eleições 2016.  O texto foi aprovado durante a Assembleia Geral.

Já na coletiva desta terça-feira (12/04), o Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, e o Bispo de Barra do Piraí-Volta Redonda (RJ) e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo, Dom Francisco Biasin falaram, entre outros assuntos sobre as Olímpiadas e Paraolimpíadas de 2016, que ocorrerão no Rio de Janeiro, e sobre o documento “Do Conflito à Comunhão”, que no contexto dos 500 anos da Reforma, aborda o diálogo católico-luterano.

As atividades de ontem se encerraram precisamente com uma celebração ecumênica. Dom Francisco Biasin, Presidente da Comissão, em entrevista à Rádio Vaticano disse que este evento no âmbito da Assembleia Geral da CNBB “é uma atitude de abertura e acolhimento de toda a riqueza que as igrejas e as religiões podem dar ao nosso caminho de fé”.

Participaram da celebração: Dom Flávio Augusto Irala, da IEAB (Igreja Episcopal Anglicana no Brasil), Presidente do CONIC (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs); Pastora Sônia Mota, da IPU (Igreja Presbiteriana Unida), Secretária executiva da CESE (Coordenadoria Ecumênica de Serviços); Pastor Joel Zeferino, da ABB (Aliança de Batistas do Brasil); Dom Ramanós Dowd, Bispo auxiliar; e Hipodiácono Georgios Jener Verçosa, ambos da Igreja Ortodoxa de Antioquia.

Ainda ontem, durante a Santa Missa no Santuário Nacional foi recordada a atuação da Caritas Brasileira por conta das comemorações dos 60 anos de sua instalação no Brasil.

Na homilia o Arcebispo de Fortaleza (CE) e Presidente do regional Nordeste 1 da CNBB, Dom José Antônio Aparecido Tosi Marques disse que “a Igreja quer expressar esse testemunho de amor feito de gestos concretos que sinalizam e mostram no presente o Senhor ressuscitado.  Será pela manifestação do amor misericordioso que a Igreja, como o Senhor, se doará por todos e levará adiante o evangelho, o pão do céu que dá o Pai para a vida do povo”, finalizou.

Na primeira sessão da tarde de ontem, os Bispos dedicaram alguns momentos à memória do trabalho de solidariedade realizado pela Cáritas Brasileira, que é um organismo da CNBB. A Cáritas faz parte de uma rede internacional e, no Brasil, está também organizada em rede com 183 entidades-membros.

A Caritas atua em 450 municípios, sendo presença solidária junto às pessoas mais empobrecidas e completará 60 anos em 12 de novembro de 2016.