Rádio Conexão Católica

CERCO DE JERICÓ 2016 ACONTECERÁ ENTRE OS DIAS 10 E 17 DE JANEIRO

Em Itapetininga, entre os dias 10 e 17 de janeiro, a Renovação Carismática Católica da cidade promoverá o Cerco de Jericó. O evento consiste em uma semana intensa de oração pessoal e comunitária, com Missas diárias, oração do Santo Rosário, leitura da Palavra de Deus e outras orações espontâneas. Tudo isto, diante do Santíssimo Sacramento exposto 24 horas durante os sete dias. Em 2016, o Cerco de Jericó volta a ser realizado na Paróquia Nossa Senhora das Estrelas. As informações são do recém-nomeado coordenador local da RCC, Rodinei Pereira.

“As muralhas não resistiram à ação de Deus e ao clamor do povo” é o tema do Cerco de Jericó 2016. Como de costume, os grupos de oração conduzirão os momentos de oração, revezando a cada uma hora e trinta e cinco minutos. Do dia 11 ao dia 14 de janeiro, das 15h às 16h, uma equipe do Ministério de oração por cura e libertação conduzirá o horário pelas intenções de cura.

“A exemplo de Josué, diante das muralhas de Jericó, devemos cercar nosso inimigo, nossas muralhas com orações e louvores e esperar que Deus mesmo haja em nosso favor. Para isto, precisamos ser perseverantes e persistentes até o fim. Esse é o objetivo do Cerco de Jericó: derrubar as muralhas pela força da oração. Precisamos tomar consciência de que o Espírito Santo pela força da oração é capaz de derrubar, destruir e aniquilar as forças do mal. O terço de Nossa Senhora, o silêncio fecundo e a reflexão da Palavra de Deus em frente ao Senhor Eucarístico, fortalece nossas forças e quebra os alicerces das muralhas em nossa vida”, ressaltou Rodinei.

Programação

A abertura do Cerco acontecerá às 15h e será presidida pelo Bispo diocesano, Dom Gorgônio. Todos os dias haverá Missas às 7h e às 19h30. Nos dias 15 e 16 de janeiro (sexta e sábado) haverá celebrações também às 15h. No último dia (17/01), a Missa de encerramento será às 15h. Todas as celebrações eucarísticas serão presididas por Sacerdotes de Itapetininga e região.

História do Cerco de Jericó

O cerco de Jericó foi inspirado no fato bíblico do Antigo Testamento que nos mostra a conquista da cidade de Jericó pelo povo de Israel, liderados por Josué (Js 6,1ss). Josué foi formado por Moisés, que o substituiu na condução do povo de Deus. Jericó era uma cidade fortificada e inacessível, com imensas muralhas ao redor. O exército de Israel já estava desanimado diante da imensa dificuldade de tomar aquela cidade. O desânimo já havia tomado conta de muitos que duvidavam das promessas de Deus e da sua ação poderosa.

Então, o próprio Senhor revelou o plano da vitória de um modo concreto e detalhado: durante seis dias o povo deveria dar uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, sete voltas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas e, durante a sétima volta do ultimo dia, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó foram derrubadas.

Foto: Arquivo/RCC Itapetininga/Roger Phn