CNBB DIVULGA MENSAGEM DE PESAR PELO FALECIMETO DE DOM VICENTE JOAQUIM ZICO

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) expressa pesar pelo falecimento de dom Vicente Joaquim Zico, Arcebispo emérito de Belém (PA). No texto, assinado pelo Bispo auxiliar de Brasília e Secretário geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner, Dom Vicente é lembrado como “um pastor dedicado ao seu povo, um apaixonado por Belém e pelo Círio de Nazaré”. Leia, na íntegra, a mensagem:

 

Mensagem de pesar pelo falecimento de Dom Vicente Joaquim Zico

 

“Servo bom e fiel” (Mt 25,21)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB recebeu com pesar a notícia do falecimento de Dom Vicente Joaquim Zico, Arcebispo emérito de Belém (PA), aos 88 anos, ocorrido nesta segunda-feira, 4 de maio.

Natural de Luz – Minas Gerais, Dom Vicente, de família muito religiosa, aos 16 anos de idade, ingressou na Congregação de São Vicente de Paulo, incentivado pela formação recebida dos pais e também pelo entusiasmo dos irmãos que também haviam ingressado no seminário. A família teve dois bispos e um padre.  Foi ordenado presbítero, com a penas 23 anos, em outubro de 1950, em Petrópolis (RJ), e bispo, em janeiro de 1980.  Foi arcebispo coadjutor de Belém (PA), de 1981 a 1990, e arcebispo da mesma arquidiocese até 2004.

Dom Vicente foi um pastor dedicado ao seu povo, um apaixonado por Belém e pelo Círio de Nazaré, fazendo jus ao seu lema episcopal: “Com Maria, Mãe de Jesus”, inspirado nos Atos dos Apóstolos.

A Dom Alberto Taveira, Arcebispo de Belém, aos fieis da arquidiocese, aos familiares e aos amigos de Dom Vicente manifestamos nossas condolências, renovando, neste tempo pascal, nossa fé na Ressurreição de Jesus, certeza da nossa.

Ao Pai agradecemos a vida e ministério deste “servo bom e fiel”, rezando unidos pelo seu descanso eterno.

 

Leonardo Ulrich Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília

Secretário-Geral da CNBB