Comunicado da Sala de Imprensa sobre o caso Emanuela Orlandi

Diante do iminente lançamento de um livro, dois jornais italianos publicaram nesta segunda-feira um suposto documento da Santa Sé que atestaria o pagamento de uma grande quantia de dinheiro, por parte do Vaticano, para administrar a permanência fora da Itália de Emanuela Orlandi, que desapareceu em Roma, em 22 de junho de 1983.

A Secretaria de Estado desmente com firmeza a autenticidade do documento e declara falsas e privas de fundamento as notícias nele contidas.

Sobretudo entristece que, com essas falsas publicações, que, entre outras coisas, comprometem a honra da Santa Sé, aumentem a imensa dor da família Orlandi, à qual a Secretaria de Estado reafirma sua solidariedade.