D. António Marto: O cardinalato “é o dom do Papa Francisco a Fátima”

“O cardinalato é o dom do Papa Francisco a Fátima, para pôr em relevo quer a Mensagem quer o trabalho que aqui se faz como paradigma e modelo para os outros”, afirmou D. António Marto no passado dia 24 de junho em Fátima no encerramento do Simpósio Teológico-Pastoral.

O novo Cardeal português disse esperar que a sua elevação ao cardinalato “seja um sinal de Deus para nós. Para mim não contava com isto, dispensava bem isto, mas ponhamos isso no projeto de Deus para a diocese”, acrescentou D. António Marto.

Uma elevação ao cardinalato que para D. Carlos Azevedo, Delegado do Conselho Pontífico para a Cultura, “representa um modo que o Papa Francisco tem de fazer uma escolha que seja uma garantia de continuidade para uma perspectiva iniciada”.

Por sua vez Eugênio da Fonseca, Presidente da Cáritas Portuguesa, diz que D. António Marto “é um vulto intelectual, um homem frontal, de uma fidelidade muito grande à igreja”.

Na mesma linha as declarações ao portal da Santa Sé de Francisco Noronha Andrade, Servita de Fátima, que fala num “gesto do Papa Francisco com Portugal ligado a Nossa Senhora de Fátima e ao Santuário de Fátima de uma ternura e de uma ligação imensa”.

Fonte: Vatican News