Diáconos e esposas participam de encontro diocesano

Neste sábado, os Diáconos permanentes e suas esposas estiveram reunidos na Casa de Retiro Betânia, em Itapetininga (SP). Eles celebraram o dia do Diácono, lembrado no último dia 10, Festa de São Lourenço, padroeiro dos Diáconos. O retiro iniciou com a oração das Laudes, em seguida, as esposas foram para outra sala onde a esposa do diácono Luiz Antonio Orsi Bernardes, Maria Inês, ministrou a palestra.

O diácono Tales Macia Faria falou sobre a Exortação Apostólica Gaudete Et Exsultate que trata sobre a santidade nos dias de hoje. Ele iniciou recordando a Comunhão dos Santos, e que eles são nosso incentivo para a busca da santidade. Depois, abordou a santidade no cotidiano e deu exemplos de pessoas comuns com exemplos de santidade nas pequenas coisas do dia a dia, sobretudo no mundo do trabalho e diante da enfermidade.

O palestrante ressaltou a missão em Cristo, que cada santo reflete, em um momento determinado da história, um aspecto do Evangelho e, ainda sobre os perigos da santidade: o gnosticismo atual e o pelagianismo atual. Por fim, à luz de Jesus, falou sobre as bem-aventuranças como caminho de santidade.

Às esposas, Maria Inês teve como tema o “ser esposa de um Diácono: as dificuldades e alegrias” e tratou a importância de cada um, Diácono e Esposa, no Projeto Salvífico de Cristo.

Após as palestras, Dom Gorgônio presidiu a Santa Missa e os padres Élcio Roberto de Góes (assessor eclesiástico diocesano dos Diáconos), Ademar Bortoleto (acompanha os diáconos da Região Itapetininga) e Diogo Fogaça (acompanha os Diáconos da Região Sul) concelebraram a celebração que encerrou as atividades do encontro. Após a missa, foi servido um almoço para os participantes.

Foto: William Furtado/Diocese de Itapetininga