Rádio Conexão Católica

Diáconos Permanentes participam de retiro anual diocesano em São Pedro/SP

Os diáconos permanentes de nossa Diocese participaram juntamente com suas esposas, do retiro anual diocesano, que aconteceu no Seminário Santo Antônio na cidade de São Pedro/SP. O Encontro teve início na tarde da última sexta-feira (24) e seguiu até o domingo (26).

O retiro foi assessorado pelo Padre Valter Maurício Goedert, Diretor da Escola Diaconal São Francisco de Assis e Capelão da Capela do Divino Espírito Santo, de Florianópolis/SC.

“ A porta da fé”, “ O servir das mesas” e “Eu e minha casa serviremos ao Senhor”, foram alguns dos temas das palestras e reflexões do retiro. O Bispo Diocesano, Dom Gorgônio, Padre Diogo Fogaça e Padre Júlio Ferreira também estiveram presentes no encontro

Diácono Permanente

O diácono permanente é uma vocação da Igreja para o serviço da comunhão, para o serviço dos irmãos.O diácono assume o serviço, comum a todos os cristãos, como função própria, da qual dá testemunho personalizado. Ele abraça a diaconia com toda a intensidade de sua vida, como algo que lhe diz particularmente respeito. João Paulo II afirma: “O diaconato empenha ao seguimento de Jesus, nesta atitude de serviço humilde, que não só se exprime nas obras de caridade, mas investe e forja o modo de pensar e agir” (L’Osservatore Romano, ed. portuguesa, n. 43 (24/10/93), p 12). Por isso, Puebla afirmou que a missão e a função do diácono não devem ser avaliados com critérios meramente pragmáticos, por estas ou aquelas funções […]. O carisma do diácono é ser sinal sacramental de Cristo-Servo (P 697-698).

Embora a vocação surja de um chamado de Deus, Ele o faz, normalmente, por meio de caminhos ligados à realidade em que vivemos. O chamado é acolhido por homens concretos, cada qual com sua história, limitações e qualidades. Por conseguinte, o discernimento vocacional deve levar em consideração não só critérios objetivos, mas também requisitos pessoais, espirituais, familiares e

e comunitários (‘Diretrizes para o diaconato permanente’, 135-139). Devem ser considerados desde as tendências instintivas e os desejos íntimos até o modo de ser de cada um, seu ambiente, sua história.”

A vocação, portanto, passa pelo discernimento da Igreja, que, como mãe, acolhe aqueles homens dispostos a dedicar a vida ao serviço da Igreja, ao povo de Deus.

 

Padre Valter Maurício Goedert é natural de  Angelina – SC e foi ordenado diácono em 14 de dezembro de 1969 e ordenado sacerdote em 18 de julho de 1970. Atualmente é Diretor da Escola Diaconal São Francisco de Assis.

Conheça um pouco mais sobre a vida pastoral do Padre Valter:

1971 – Professor e Orientador no Seminário Menor Arquidiocesano, Azambuja, Brusque – SC

1977 – Professor do ITESC, Florianópolis – SC

1982 – Coordenador Arquidiocesano dos Ministros E. da Comunhão, Florianópolis – SC

1982 – Diretor da Escola Diaconal São Francisco de Assis; Professor do ITESC e Co-Capelão da Igreja Divino Espírito Santo, Florianópolis – SC.