Rádio Conexão Católica
Rádio Conexão Católica

Dom Gorgônio completa 23 anos de Ordenação Episcopal

Eterna é a sua Misericórdia“, este é o lema do Episcopado de Dom Gorgônio Alves da Encarnação Neto, que nesta segunda-feira (19), celebra 23 anos de sua Ordenação Episcopal.

Sua Ordenação Episcopal aconteceu no dia 19 de julho de 1998 na Catedral Nossa Senhora dos Prazeres de Itapetininga/SP, em cerimônia presidida pelo Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom José Lambert (in memorian), saudoso Arcebispo Metropolitano de Sorocaba, com a presença dos Bispos da Província Eclesiástica e Bispos de diversas localidades. Durante essa mesma  celebração foi instalada a Diocese de Itapetininga, onde Dom Gorgônio tomou posse, sendo o primeiro Bispo desta Diocese.

Nascido aos 17 de setembro de 1949, no bairro de Caieira, em Fartura (SP), Dom Gorgônio é  filho de Januário da Encarnação (in memorian) e Maria Conceição Nóbrega da Encarnação e foi batizado na Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, em Fartura (SP), no dia 1º de outubro de 1949 pelo Pe. Quintilhano Rosa. Na mesma igreja recebeu o sacramento da Crisma no dia 5 de agosto de 1951 e o sacramento da Eucaristia no dia 2 de julho de 1957. De 1957 a 1961 frequentou a Escola Estadual de primeiro grau “Coronel Marcos Ribeiro”.

Concluído o curso primeiro, em 1961, foi admitido como membro da primeira turma de seminaristas menores do Seminário São Pio X, dos Padres Teatinos do Brasil. Neste mesmo seminário concluiu o segundo grau e, em seguida, foi admitido ao noviciado. Cursou a Faculdade de Filosofia no Mosteiro de São Bento, em São Paulo, de 1968 a 1970. Fez Teologia no Instituto Teológico de São Paulo (ITESP) no período de 1971 a 1974. Ao mesmo tempo fez especialização em Pedagogia na Universidade de Mogi das Cruzes (SP).

Paróquia Nossa Senhora das Dores em Fartura/SP, onde foi Pároco por mais de 21 anos.

Foi ordenado Diácono aos 7 de agosto de 1974 por Dom Paulo Rolim Loureiro, na Paróquia São Geraldo, em Guarulhos/SP. O mesmo Bispo o ordenou Presbítero no dia 22 de dezembro de 1974, na Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, em Fartura/SP, onde permaneceu Pároco por mais de 21 anos ,  até sua nomeação como primeiro Bispo Diocesano de Itapetininga/SP, em 15 de abril de 1998.

Dom José Lambert (in memorian), Arcebispo Metropolitano de Sorocaba, conferiu-lhe a Ordem Episcopal na Catedral Nossa Senhora dos Prazeres aos 19 de julho do mesmo ano, quando também tomou posse de seu novo ofício.