Dom Gorgônio na Missa dos Santos Óleos: “todos temos a missão de testemunhar o amor de Deus”

Nesta quarta-feira (12/04) Dom Gorgônio presidiu a Missa dos Santos Óleos, também chamada de Missa da Unidade, na Catedral Nossa Senhora dos Prazeres, em Itapetininga (SP). A celebração iniciou por volta das 19h30 e contou com a presença de todo Clero de Itapetininga, seminaristas e fieis de toda diocese. Na Missa do Crisma, o bispo diocesano abençoa os Santos Óleos dos Catecúmenos e dos Enfermos e, consagrou o do Crisma – e, ao fim da celebração realiza a entrega às 40 paróquias da Diocese.

Em sua homilia, o bispo afirmou que todo o batizado tem uma missão, a missão de testemunhar o amor de Deus em sua casa, seu trabalho, na sociedade, em todos os ambientes em que vivemos. Ele explicou que, ao receber o Sacramento do Batismo e do Crisma, somos identificados com Cristo, nos tornando assim cristãos e, que por isso, assumimos a missão de Jesus Cristo na sociedade.

Ele pontua que, “[a palavra] cristão vem de Cristo; ele [o cristão] torna presente em seus gestos, suas atitudes, em sua vida, esta presença de Cristo, esse amor d’Ele, na sua família, comunidade, trabalho, na sua participação social. Em todo segmento da sociedade o cristão deve ser luz ali dentro, testemunhar o amor de Deus. Sal da Terra, luz do mundo! Ele deve impregnar toda aquela realidade com o amor de Cristo, da sua misericórdia, da sua bondade. É isso que caracteriza o cristão, é isso que nos identifica com Cristo. Nós temos uma missão, uma tarefa, a Igreja é essencialmente missionária”.

Logo após a homilia, os sacerdotes da Diocese realizaram a Renovação dos Votos Sacerdotais e na sequência, Dom Gorgônio abençoou e consagrou os Santos Óleos.

No fim da celebração, após a comunhão, juntamente com os Santos Óleos, as Paróquias receberam 10 mudas de árvores (1 de Ipê Amarelo, 3 de Pitanga, 3 de Araçá e 3 de Ingá) como um gesto concreto referente ao pedido da Campanha da Fraternidade deste ano que evoca a consciência ambiental pela preservação dos Biomas Brasileiros e a defesa da Vida.

A missa foi transmitida ao vivo por uma emissora local. Para assistir à celebração, clique aqui.

Foto: Arquivo/Diocese de Itapetininga/William Furtado