Rádio Conexão Católica

DOM GORGÔNIO REÚNE-SE COM PADRES ASSESSORES E COORDENADORES DA PASTORAL DA CRIANÇA

Os Padres Assessores e coordenadores diocesanos da Pastoral da Criança das sub-regiões São Paulo (SP1 e SP2) e Aparecida estiveram reunidos nesta terça-feira, dia 15, em Aparecida (SP). O encontro contou também com as presenças do Bispo diocesano e referencial da Pastoral, Dom Gorgônio, o Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis e a coordenadora Estadual da Pastoral, Eunice Gomes.

Segundo Dom Gorgônio, o encontro teve por objetivo orientar os coordenadores e pedir o apoio dos Padres Assessores para o novo enfoque da Pastoral da Criança. “Por cerca de 30 anos, a Pastoral trabalhou para baixar a mortandade infantil e a subnutrição. Atualmente, existem novos desafios: o aumento de recém-nascidos com baixo peso, de nascimentos precoces, de natimortos, ou seja, precisa-se hoje, olhar para a gestante”, explicou.

De acordo com pesquisas, atualmente, a cada mil crianças nascidas, 12 morrem; quando a Pastoral iniciou o trabalho, as pesquisas apontavam que para cada mil nascimentos, 128 morriam, aponta o Bispo destacando que, “ainda estamos longe de um número ideal, mas a Pastoral ajudou muito no combate a mortandade infantil e a subnutrição”.

IMG-20150916-WA0001Dessa forma, a Pastoral da Criança passa a atuar com as seguintes ações, conforme o Bispo: incentivo e orientação das gestantes para realização do pré-natal (sete sessões, no mínimo); estimular a gestante a ter parto natural, já que no Brasil, chega a 62% o número de partos cesárea; incentivo do uso do ácido fólico, nutriente que garante uma gestação completa (9 meses) do bebê; estimular o aleitamento materno e o cuidado com o bebê nos primeiros 1 mil dias de vida.

“É preciso cuidar com carinho, acolher essa vida (do bebê) com carinho. Por isso, o principal papel do agente da Pastoral da Criança é o contato com essas pessoas, as gestantes, ganhando sua confiança para melhor orientá-las, realizando um resgate da auto-estima e promovendo a dignidade da pessoa humana. Nos locais onde a Pastoral da Criança atinge seus objetivos, há uma integração destas famílias junto a comunidade e, indiretamente, diminuem-se os índices de violência nas famílias”, ressaltou Dom Gorgônio.

A próxima reunião será realizada no dia 29 de setembro das 9h às 12h, em Sorocaba, na Paróquia Santa Rita de Cássia, com os Padres Assessores e Coordenadores Diocesanos das Sub-regiões Sorocaba e Campinas.

O novo enfoque da Pastoral da Criança começou a ser abordado com Padres e Coordenadores, em agosto deste ano, quando estiveram reunidos os representantes das Sub-regiões Ribeirão Preto (RP1 e RP2) e Bauru, em 11 de agosto, na cidade de Bauru (SP).

Fotos: Diocese de Itapetininga/Pe. André Luiz Garcia