Dom Gorgônio visita Cúria da Ordem dos Clérigos Regulares Teatinos em Roma

Neste último domingo (18), o bispo diocesano,  Dom Gorgônio fez uma visita na Cúria Geral da Ordem dos Clérigos Regulares Teatinos em Roma.

O bispo foi acompanhado pelo Padre João Victor Silva, ordenado em 2020 na Paróquia Nossa Senhora das Estrelas, em Itapetininga.

No próximo domingo , às 11h do horário local, Dom Gorgônio preside a Santa Missa na Basílica Sant’Andrea della Valle localizado em Roma.

A Ordem dos Clérigos Regulares (Teatinos) é um Instituto clerical de Vida Consagrada Religiosa, que nasceu no dia 14 de setembro de 1524. Nesse dia, João Pedro Carafa, Caetano Thiene, Bonifácio de’Colli e Paulo Consiglieri, quatro homens de fé, comprometidos com o desejo de reformar a Igreja «na cabeça e nos membros», emitem sua profissão religiosa ante o Delegado Pontifício para este efeito, Mons. João Batista Bonciano, bispo de Caserta.

Esse ato encerra um processo iniciado certo tempo atrás quando o sacerdote e jurisconsulto Caetano Thiene se estabeleceu novamente em Roma (1523) e continuou atuando no Oratório do Divino Amor romano. Neste contexto, fez uma profunda amizade com outro membro deste Oratório, João Pedro Carafa, bispo de Chieti ?cidade que, em latim, se denomina Theate e que dá o nome à nossa Ordem «Teatina»? e arcebispo di Brindisi, ademais de examinador do clero romano por vontade do papa Clemente VII.

Os dois clérigos vinham desenhando estes projetos de renovação eclesial, tendo como eixo referencial a disciplina clerical. A ideia-mãe era a formação de um grupo de sacerdotes bem consolidado, ainda que fosse pequeno, que pudesse ser figura e modelo para a vida dos eclesiásticos. Este é o princípio que rege nosso carisma religioso.