ESTUDO APONTA QUE PAPA É LÍDER MUNDIAL MAIS INFLUENTE DO TWITTER

Um estudo da Burson-Marsteller, multinacional especializada em consultoria de comunicação, divulgado no site Twiplomacy que analisa a eficiência e presença de líderes mundiais e organizações políticas no Twitter, aponta que os tuítes do Papa são os mais compartilhados. E não somente: a presença virtual de Francisco tem provocado mudanças de paradigmas na rede social.

“O Papa nos ensina que o engajamento nas mídias sociais não tem a ver com conversação. Apesar de somente publicar mensagens, o Papa é o segundo líder mundial mais seguido com quase 20 milhões de seguidores nas suas 9 contas no Twitter”, diz a publicação.

A influência é medida com base no número de retuítes. Em média, cada mensagem do Papa na conta em espanhol recebe mais de 9 mil retuítes seguida daquela em inglês, com cerca de 7 mil.

A conta do Papa em português é seguida por mais de 1,3 milhões de pessoas. A versão em língua portuguesa é administrada pelo Pontifício Conselho das Comunicações Sociais.

Na mensagem para o Dia das Comunicações Sociais de 2014, Francisco falou sobre a necessidade da presença da Igreja na rede. “Particularmente a internet pode oferecer maiores possibilidades de encontro e de solidariedade entre todos; e isto é uma coisa boa, é um dom de Deus”.