Rádio Conexão Católica

Exposição vai homenagear trajetória de luta de Dom Paulo Evaristo Arns

As biógrafas de Dom Paulo Evaristo Cardeal Arns, que completa 95 anos em setembro próximo, iniciaram uma campanha virtual para arrecadar fundos. A ideia é custear as despesas com a produção de uma exposição de arte em homenagem à trajetória do arcebispo emérito de São Paulo e sua luta contra a ditadura no Brasil.

No mês passado, o Papa enviou uma carta pelos 50 anos de ordenação episcopal de Dom Paulo.

A exposição se realizará no antigo prédio do Deops (Departamento Estadual de Ordem Política e Social), em São Paulo (SP). O local, hoje revitalizado e chamado ‘Memorial da Resistência’, abrigou uma das polícias políticas mais truculentas do país, principalmente durante o regime militar.

Direitos Humanos

A exposição vai retratar a atuação do arcebispo contra a violência e os desmandos da ditadura e será aberta no dia 10 de dezembro próximo, Dia Internacional dos Direitos Humanos, fazendo parte da programação oficial do Festival de Direitos Humanos.

Idealizada pelas jornalistas Evanize Sydow e Marilda Ferri, a “vaquinha” online tem o título de “Dom Paulo Evaristo, Cardeal Arns – 95 Anos”, está hospedada na plataforma de crowdfunding Catarse e aceita doações de pessoas físicas e jurídicas.

O livro será relançado em edição ampliada também por meio da campanha, agora pela Editora Expressão Popular.

Com ampla repercussão na imprensa na época de seu lançamento, a biografia “Dom Paulo Evaristo Arns – Um homem amado e perseguido” foi considerada uma obra que “responde a uma série de questões fundamentais sobre os fatos que marcaram a história do país nas últimas três décadas e, sobretudo, a história individual de milhares de vítimas de perseguições e do arbítrio durante o período do regime militar”, descreve o texto do Jornal do Brasil.

A campanha virtual oferece recompensas aos doadores. Podem ser feitas doações a partir de R$ 10.