Rádio Conexão Católica

JURISTAS BRASILEIROS DEBATEM TRÁFICO HUMANO NO VATICANO

A troca de experiências e a cooperação internacional: esses são os principais aspectos ressaltados pelos participantes do encontro em andamento, no Vaticano, sobre tráfico humano e crime organizado.

Organizado pela Pontifícia Academia das Ciências Sociais, o evento reúne procuradores e magistrados de inúmeros países, entre os quais o Brasil, com cinco representantes.

O Programa Brasileiro entrevistou a Procuradora Regional da República, Zélia Luiza Pierdoná:

“Eu penso que o mais interessante é essa troca de experiência entre as autoridades, especialmente o Ministério Público e a magistratura, porque me parece que a proposta do Papa foi reunir os aplicadores do Direito nessa questão do tráfico de pessoas e também sobre crime organizado. E essa preocupação do Papa Francisco é muito bem-vinda na medida em que está reunindo pessoas que certamente vão contribuir para, se não eliminar, pelo menos amenizar muito este problema. O enfoque da minha fala hoje à tarde sobre o tráfico de pessoas na perspectiva da exploração sexual é interessante porque o trabalho do Ministério Público Federal foi focado e está sendo direcionado para a atenção à vítima, e percebi que esta também é a preocupação do Papa Francisco.”

Já o Procurador Regional da República e Secretário de Cooperação Internacional, Vladimir Aras, ressaltou a cooperação internacional:

“É extremamente importante estimular a cooperação internacional para a luta contra todo tipo de criminalidade. Não só o crime organizado, mas outros tipos de criminalidade que têm se intensificado também em virtude da globalização da economia, da facilidade que as pessoas têm de passar de um país a outro, das mercadorias que passam de um país a outro e dinheiro também. Quando se pensa nessa perspectiva, nós percebemos que entre essas pessoas estão criminosos, entre essas mercadorias estão produtos ilícitos, e no meio desses valores que são movimentados de uma parte a outra também está o dinheiro sujo. Então nessa perspectiva é importante que os órgãos do Ministério Público e as autoridades policiais dos vários países possam se encontrar e debater temas importantes como o tráfico de seres humanos.”

Na tarde desta sexta-feira, o Papa Francisco participa do encontro realizado nos Jardins Vaticanos, na Casina Pio IV.