Rádio Conexão Católica

Missa de abertura do Sínodo 2021/2023 acontece neste domingo (17) em Itapetininga

O Papa Francisco convocou para outubro de 2023 o Sínodo dos Bispos, que terá como tema principal: “Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”, mas o processo sinodal já começa neste mês de outubro de 2021 para garantir a participação de toda Igreja e não somente os bispos.

Fases do Sínodo: Escuta do povo de Deus

A partir do documento preparatório, publicado em setembro de 2021, foi anunciado que o Sínodo 2023 será dividido em três fases: 1ª fase: trabalho de escuta diocesana, 2ª fase: escuta alargada em âmbito continental e 3ª fase: universal.

Nesta nova reorganização, Francisco quer que os fiéis caminhem juntos, fazendo jus ao sentido etimológico do termo “sínodo” que significa “caminhar juntos”. E a Sinodalidade expressa a participação e a comunhão em vista da missão.

O Papa quando fala do Sínodo e do dinamismo sinodal diz que “a Sinodalidade é um caminho muito belo e o caminho da Igreja para o terceiro milênio. Uma palavra fácil de dizer, mas difícil de concretizar. Até porque a escuta pressupõe que se fale com liberdade”.

Abertura do Sínodo

Santa Missa será na Catedral Diocesana em Itapetininga

A abertura oficial do Sínodo aconteceu, nos dias 9 e 10 de outubro, no Vaticano. Em cada diocese o processo inicia-se em 17 de outubro. Com isso, em nossa Diocese teremos uma celebração na Catedral Nossa Senhora dos Prazeres, em Itapetininga, às 11h. A Santa Missa será presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Gorgônio Alves da Encarnação Neto e terá a participação dos Padres, Diáconos, Seminaristas e leigos de toda Diocese.

Na Igreja do Brasil, o processo diocesano será  enviado para a CNBB, responsável por formular uma síntese, antes de abril de 2022. Será produzido pela Secretaria Geral do Sínodo até setembro de 2022 um primeiro instrumento de trabalho (instrumentum laboris) juntando aos contributos das conferências episcopais, aqueles da Cúria Romana, de Universidades, Faculdades de Teologia, Uniões de Superiores e Superioras Gerais de Institutos Religiosos, Federações de Vida Consagrada e movimentos internacionais de leigos. De setembro de 2022 a março de 2023 decorrerá a fase continental do Sínodo. Cada assembleia continental aprovará um documento final. Até junho de 2023 será redigido um segundo instrumento de trabalho para a grande assembleia sinodal dos bispos que decorrerá em Roma, em outubro de 2023.