Rádio Conexão Católica

MISSÃO JOVEM NA AMAZÔNIA: UMA EXPERIÊNCIA ÚNICA, DIZ JOVEM DE CAPELA DO ALTO

“Esta foi uma experiência única e que, talvez, eu não tenha mais a oportunidade de viver novamente e, por isso, ficará marcada em minha vida. O povo ribeirinho não desanima, apesar de todas dificuldades que tem. Fica a vontade de poder voltar naquela terra de missão”. A frase é de Luís Henrique Moraes, 22 anos, que retornou da Missão Jovem na Amazônia na semana passada. Luís é morador da cidade de Capela do Alto (SP) e foi um dos jovens selecionados no Estado de São Paulo pela Comissão para a Juventude da CNBB para participar da terceira edição deste projeto realizado entre os dias 21 e 28 de março.

12935238_1294527620563552_2025888714_nSegundo Luís, a realidade do povo ribeirinho é muito diferente da nossa Diocese. “Temos aqui [na Diocese] Sacerdotes à nossa disposição, enquanto que lá, tem muitas localidades que o Padre só consegue chegar duas vezes ao ano somente”, explicou.

O objetivo da Missão Jovem na Amazônia é proporcionar aos selecionados, uma experiência vivencial do tríduo pascal e da Páscoa junto aos ribeirinhos e também um desprendimento dos selecionados, ao sair de si, para em estar em comunidades que, muitas vezes, levam anos para receber Sacerdotes, conta a Irmã Cláudia Matos, referencial da Comissão para a Juventude do Regional Norte 1 da CNBB.

Na missão, Luís conta que, ao chegar à Manaus (AM) no dia 21, todos foram levados a conhecer as realidades urbanas e passaram por várias obras dos Salesianos permanecendo lá até o dia 23. Na quinta-feira, dia 24, ele e outros jovens seguiram de barco até a cidade de Cacau Pirêra, onde os grupos foram divididos entre as 90 comunidades. Ele ficou na comunidade Lago do Limão para participar do tríduo pascal com o povo ribeirinho de lá. Na segunda-feira, dia 28 de março, ele retornou à Campinas (SP).

Fotos: Arquivo Pessoal/Luís Henrique Moraes