Morre aos 85 anos, Monsenhor Padre Mário Donato Sampaio

Faleceu na madrugada do último domingo (8), o Monsenhor Padre Mário Donato Sampaio. Ele estava internado no Hospital Unimed em Itapetininga/SP devido a problemas oncológicos.

Padre Mário foi ordenado 08 de dezembro de 1961 e atualmente, estava como Vigário na Paróquia Nossa Senhora das Estrelas, em Itapetininga.

A Diocese de Itapetininga expressa os mais profundos sentimentos e orações aos amigos e familiares. Unimo-nos em oração pelo descanso de sua alma e que nosso Deus misericordioso conforte todos os corações e traga a fortaleza necessária para transformar a dor em esperança.

O velório foi realizado na Catedral Nossa Senhora dos Prazeres e a Missa Exequial foi presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Gorgônio Alves da Encarnação Neto. A celebração também contou com a presença de Padres  e Diáconos da Diocese, além de amigos e familiares. Padre Mário foi sepultado no cemitério da própria Catedral.

 

Padre Mário Donato Sampaio nasceu em Laranjal Paulista em 13 de novembro de 1936, filho de Oscar Vieira Sampaio e Ana Maria de Donato Sampaio, era o oitavo de dez filhos. Aos 12 anos deixou sua família para ingressar no Seminário Menor São Carlos Borromeu em Sorocaba/SP.

Sua Ordenação Sacerdotal ocorreu na Catedral Metropolitana de Sorocaba pela imposição das mãos do Bispo Diocesano, Dom José Carlos de Aguirre, juntos com outros 4 Diáconos da Diocese de Sorocaba, João Batista, Aristides, Luiz e Pedro Torres, no Dia 08 de dezembro de 1961. Fez Filosofia e Teologia no Seminário Central do Imaculado Conceição no Bairro Ipiranga em São Paulo.

De 1962 à 1966, trabalhou como formador no Seminário juntamente com o Monsenhor Mutilo Cônego Mauro Valine, incluindo nesse tempo a presença do Cônego João Bloes Neto, também como formador.

De 1966 à 1968 , foi para Roma na Itália, para estudar a atualização de Teologia após a conclusão do Concílio Vaticano II, em 1965.

Por ocasião da visita do presidente  Costa Silva ao Papa Paulo VI, foi concedido uma audiência ao pontífices brasileiros residentes em Roma , Padre Mário estava lá.

1969 à 1975 desempenhou o ministério de Pároco na Paróquia São José Operário em Sorocaba com a matriz na Vila Progresso na mesma cidade.

De 1976  à 1979,  foi Pároco na cidade de Votorantim onde havia apenas uma paróquia, a de São João Batista.

De 1979 à 1983  fez parte da  CNBB, (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), residindo em Brasília (DF), onde exerceu a função de subsecretario geral.

Foi Pároco na Paróquia Nossa Senhora dos Prazeres em Itapetininga . Durante esse tempo trabalhou na assessoria para a criação da Diocese de Itapetininga em 1998. Foram seis anos de trabalho e muita oração

Desde inicio pensou na Igreja como unidade, quando deixou a Paróquia eram 28 comunidades e o lar das meninas que atende mais de 100 meninas anualmente.

De 2006 até hoje foi Vigário na Paróquia Nossa Senhora das Estrelas em Itapetininga. Teve toda sua vida dedicada a Deus e a família.

 Encerrou sua caminhada na terra com seus quase 85 anos. Só temos que agradecer a Deus por sua vida , dedicação  e amor pela Igreja e por todos nós.

 

Fotos: William Furtado