Notícia Destaque Notícias da Diocese

Oração do Angelus é transmitida através da torre da Catedral Nossa Senhora dos Prazeres

Uma iniciativa dos Padres da  Catedral Nossa Senhora dos Prazeres de Itapetininga, vem trazendo aos fieis uma nova forma de evangelizar. Diariamente  a partir do meio dia, os sinos da Catedral soam e anunciam que é momento de rezar.

Pe. José Benedito durante a transmissão.

Trata-se do Angelus, uma oração tradicional da Igreja, que é transmitida pelo alto falante instalado na  torre da Catedral e que chama a atenção de quem caminha pela praça.

Segundo Pe. José Benedito, em tempos de pandemia, onde nossa região encontra-se na fase laranja de flexibilização e em que as missas só podem ser celebradas com 30% da capacidade, o intuito deste movimento é aproximar a Igreja dos fiéis, atraindo os devotos através de uma palavra de conforto e esperança.

O oração dura de 5 à 10 minutos, onde o Padre faz a saudação aos fieis, as leituras do dia e finalizam com uma mensagem de fé. A cada dia, o momento oracional é conduzido pelos Padres Reinaldo Machado Ramos, Pároco e Pe. José Benedito Gomes Neto, Vigário, de acordo com a agenda de cada sacerdote.

A oração do Ângelus:

Ângelus é uma oração da Igreja que honra a Encarnação do Salvador e, ao mesmo tempo, reconhece os méritos de fé e humildade da Virgem Maria: ela disse Sim a Deus quando o Anjo Gabriel (o próprio “Ângelus“, ou Anjo, que dá nome à oração) lhe anunciou que Deus a convidava para ser a Mãe de Jesus.

O Sim de Maria dá cumprimento ao anúncio dos profetas: “Uma Virgem conceberá e dará à luz o Salvador“. É um dos momentos cruciais da História da Salvação, porque marca o início da Redenção com a Encarnação de Cristo, celebrada pela Igreja no dia 25 de março, nove meses antes do Natal.

A composição da oração do Ângelus é atribuída ao beato papa Urbano II (pontífice de 1088 a 1099). Já a tradição de rezá-la três vezes ao dia foi iniciada pelo rei Luis XI, da França, em 1472.

Reza-se o Ângelus, tradicionalmente, às 6 horas, ao meio-dia e às 18 horas. Muitas localidades preservam o costume de tocar os sinos das igrejas para destacar a popularmente chamada “hora da Ave-Maria“.

O Ângelus é composto por três invocações, cada uma com a sua devida resposta, e as três juntas descrevem o mistério da Encarnação do Filho de Deus. As invocações são acompanhadas de uma jaculatória, uma breve oração e três Glórias.
Oração chama atenção dos fieis que caminham pelas ruas

 

 

 

 

 

 

 

igreja continua atenta com as necessidades do povo

PALAVRA DO BISPO

Dom Gorgônio Alves da Encarnação Neto

FACEBOOK