Rádio Conexão Católica

PADRES ORIENTAM FIEIS SOBRE CONTÁGIO DA GRIPE H1N1

A partir desta semana, todos os Padres da Diocese de Itapetininga estarão orientando os fieis durante as Missas sobre o risco de contágio da Gripe H1N1, também conhecida popularmente como ‘Gripe Suína’. A solicitação foi feita pela oficial de comunicação da Prefeitura de Itapetininga, Ana Carolina Almeida, que entrou em contato via email junto à esta Cúria pedindo que se reforcem os cuidados em locais de aglomeração, como as celebrações eucarísticas.

Em Itapetininga, no último dia 1º, foi confirmado o primeiro caso de H1N1. Nas cidades do entorno também há relatos de outros casos confirmados.

Referente à celebração, estão entre as recomendações feitas pela Vigilância Epidemiológica Municipal para evitar a transmissão da doença: a suspensão do cumprimento durante a Missa; evitar colocar as mãos no rosto; cobrir nariz e a boca ao tossir ou espirrar (pode-se usar lenços descartáveis ou proteger as narinas com o braço) e evitar ambientes fechados.

Outra recomendação importante neste período de proliferação da doença, solicitado pela Vigilância, é de que os fieis devem receber a Eucaristia SOMENTE nas mãos. Conforme o Pe. Reinaldo Machado Ramos explicou ao final da celebração em uma das comunidades da Catedral Nossa Senhora dos Prazeres, ao receber a comunhão diretamente na boca pode ser que o Ministro ou o Padre entrem em contato com a saliva de uma pessoa infectada, o que poderia causar a transmissão para várias outras.

O Padre reforçou aos fieis que, não há nada de errado com a Eucaristia, mas há sim a necessidade de cuidar do outro evitando situações que possam disseminar a gripe que é transmitida pelo contato com os fluídos como saliva e coriza. “É um ato de caridade para com o outro respeitar estas medidas. Pelo menos até que as pessoas recebam a vacina de imunização contra a gripe e esse período de contágio passe”, exclamou o Sacerdote.

Em algumas igrejas os Padres poderão também disponibilizar recipientes com álcool gel para que os fieis possam higienizar as mãos ao entrar nos locais. A medida não é obrigatória para as igrejas. A prática vai depender da análise de cada Paróquia.

Sintomas da doença

Os sintomas da Gripe H1N1 são febre, tosse ou dor de garganta e dores no corpo. Caso apresente estes sintomas, a recomendação da Vigilância é para que se procure assistência médica e informe os sintomas na recepção da unidade de saúde. Em caso de suspeita de gripe, é recomendado não ir à escola ou ao trabalho e, deve-se evitar aglomerações e ambientes fechados.

Foto: Divulgação/Internet