Rádio Conexão Católica

Papa adere à campanha da AIS e divulga vídeo-mensagem

A Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre apresentará na sexta-feira, (17/06), na sede da Rádio Vaticano, a campanha internacional “Seja a misericórdia de Deus” (Be God’s Mercy), uma iniciativa do Papa Francisco para convidar as pessoas a fazer obras de caridade dirigidas a refugiados, reclusos ou cristãos perseguidos.

A campanha envolve as 22 agências da Fundação no mundo inteiro e será encerrada em Roma em 4 de outubro, dia de São Francisco de Assis, quando a instituição apresentará ao Papa os primeiros resultados.

Benfeitores

O primeiro benfeitor foi precisamente o Pontífice, que fez uma doação aos cristãos iraquianos deslocados no Curdistão. A doação será destinada à clínica São José de Arbil, que fornece cuidados médicos gratuitos a cerca de 2,8 mil refugiados de diferentes religiões.

Três projetos da campanha “Seja a misericórdia de Deus” devem apoiar as famílias vítimas dos atentados a duas igrejas cristãs em março de 2015 e intensificar as medidas de segurança nelas e também no Seminário maior de São Francisco Xavier em Lahore, no Paquistão.

Na coletiva à imprensa, o Arcebispo de Lahore, Dom Sebastián Francis Shaw, informará sobre como está reagindo a comunidade cristã ao trágico atentado de 27 de março passado, quando um ataque terrorista em um parque público na cidade matou 76 pessoas, dentre elas, 30 crianças.

A relação entre o Papa Francisco e Ajuda à Igreja que Sofre remonta à sua época em Buenos Aires. Em carta pelo sexagésimo aniversário da Fundação, o Papa Francisco a define como “símbolo de comunhão e fraternidade com a Igreja que sofre”.

Está prevista a divulgação de uma vídeo-mensagem do Pontífice para o lançamento desta nova campanha.