Rádio Conexão Católica

Patriarca emérito Sabbah denuncia novo “sectarismo” na sociedade palestina

O Patriarca emérito de Jerusalém dos latinos, Michel Sabbah, conhecido por sua adesão à causa nacional da Palestina, denunciou firmemente a “grave deterioração” que percebe na sociedade palestina o que define como uma forte insurgência do “sectarismo”, e o faz em um breve texto, divulgado na mídia árabe, como no site abouna.org.

Na mensagem, o Patriarca emérito Sabbah se dirige diretamente à Autoridade palestina e a Hammas, recordando o “dever de corrigir os erros quando são cometidos”. De modo especial, a preocupação do Patriarca emérito se refere às jovens gerações e à necessidade de “desenvolver programas de estudo que infundam nos cidadãos a ideia de que são todos iguais”.

Os muçulmanos – frisa o Patriarca Sabbah, falando especialmente à liderança do movimento islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza – “têm o direito e o dever de aprender a religião islâmica, assim como os cristãos têm o direito e o dever de conhecer o cristianismo”.

Segundo o Patriarca latino emérito de Jerusalém, os padrões de convivência social dos muçulmanos não podem ser impostos aos cristãos. “Pedimos aos muçulmanos e aos cristãos”, conclui o Patriarca “que se abstenham do sectarismo. Muçulmanos e cristãos autênticos são aqueles que se amam um ao outro, porque reconhecem que foram criados iguais”.