Portugal tem enorme “expressão missionária”, diz D. José Traquina

“A experiência de missão fortalece quem parte, fortalece quem recebe e fortalece quem envia” – diz o bispo de Santarém a propósito da Nota Pastoral ‘Todos, Tudo e Sempre em Missão’, divulgada no passado dia 20 de maio.

Uma nota da Conferência Episcopal Portuguesa na linha do desafio lançado pelo Papa para assinalar o centenário da Carta Apostólica Maximum Illud, de Bento XV.

“Acolhendo com alegria a proposta do Papa Francisco de um Mês Missionário Extraordinário para toda a Igreja, nós, Bispos portugueses, propomo-nos ir mais longe e celebraremos esse mês como etapa final de um Ano Missionário em todas as nossas Dioceses, de outubro de 2018 a outubro de 2019”, assinala a CEP.

Ao portal da Santa Sé, D. José Traquina lembra a longa e secular experiência missionária portuguesa, e reafirma a importância das iniciativas juvenis “com a chamada «Missão País» e a «Missão LX»”, ou seja, “são os próprios jovens que se organizam”.

O bispo de Santarém diz que é preciso “levar uma proposta, levar um testemunho para outras realidades, partilhar a experiência da vida cristã”.

Fonte: Vatican News