Notícias da Diocese

Projeto “Mãos à Obra” unidos para ajudar nossos irmãos

Segundo dados divulgados em dezembro de 2011, há na cidade de Itapetininga 2.469 famílias em estado de miséria. Diante dessa tal realidade sob a orientação do Monsenhor Mário Donato Sampaio, foi criado o grupo “Mãos à obra” para unir todos aqueles que querem, de fato ajudar os que mais necessitam. O projeto se uniu a Pastoral da Moradia que já atua na cidade a 19 anos sob a assessoria do Pe. José Benedito Cardoso.

O grupo atualmente é formado pela Pastoral da Moradia da Paróquia São Roque de Itapetininga, Fundação Nossa Senhora da Divina Providência, membros das Conferências Vicentinas e Paróquias de Itapetininga.

O principal objetivo do projeto é resgatar o direito da vida plena para todos. Somente no ano de 2013 com a ajuda de pessoas generosas que doaram tijolos e areia foram erguidas 10 casas.

A Fundação Nossa Senhora da Divina Providência além de dar o atendimento aos que sofrem, ajudam com orientações, orações, promovem visitas semanais às famílias carentes e ajudam com alimentos e produtos de limpeza. Pode se destacar também a confecção de enxovais para bebês.

Durante todo esse tempo do projeto, várias famílias já saíram da miséria e hoje vivem num ambiente agradável e digno de se morar. Uma equipe do projeto saem em visitas para conhecer as realidades das famílias e assim elaboram um estudo em como poder ajudar.

As redes sociais se tornaram uma grande ferramenta para divulgação e ajuda. A casa da família escolhida é fotografada e publicada na fan page da Fundação Nossa Senhora da Divina Providencia e assim começam as doações. As pessoas se sensibilizam com a situação e acabam ajudando, tornando-se assim uma grande rede de solidariedade.

Geralmente as casas são construídas em mutirão, ou por algum pedreiro da família. Muitas vezes o projeto também auxilia com as mobílias da casa. Dezenas de famílias de Itapetininga já foram ajudadas com as mobílias. Além da equipe que forma o grupo, o projeto também realiza parcerias com construtoras e casas de materiais para construção.

O novo desafio para o projeto “Mãos à Obra” é a construção de três novas casas. A primeira delas é no bairro Taboãozinho, para a família de Dona Jocelina Guimarães Batista de 64 anos. Ela mora com o marido José dos Santos Batista, também de 64 anos, mais os filhos e netos, totalizando 16 pessoas, sendo que duas crianças frequentam a APAE e uma filha esta com câncer.

IMG_6829  IMG_6844

O caso dessa família foi necessário um estudo do espaço para a construção. A planta foi elaborada pelo arquiteto Evandro Alciati. A casa de Dona Jocelina já esta em andamento, dois quartos e um banheiro já foram reformados, mas ainda tem muito trabalho pela frente.

Dona Jocelina está feliz por essa ajuda “Nunca perdi a esperança, sempre soube que um dia Deus me ajudaria, e hoje ele me mandou esses anjos, minha casa está ficando linda, gosto demais desse lugar”.

a
Além da casa de dona Jocelina, o projeto tem como desafio a casa do Sr José Carlos na Vila Belo Horizonte, ele tem três filhos e possui deficiência nas mãos. Senhor José trabalha com carroça para sustentar a família. Homem do bem, amoroso, mas que mora num barraco , próximo ao rio, vivendo em grande miséria.

Senhor Luiz é o terceiro desafio para a equipe do projeto. Ele esta doente, sobrevive com apenas um salário mínimo e precisa levantar dois cômodos em um terreno junto à filha. Também tem o caso de Patrícia, que tem cinco filhas, cuida de duas crianças da irmã que está na APAE, vivendo em extrema pobreza.

O projeto “Mãos a Obra” também tem buscado parceria com a prefeitura para ter acesso a terrenos. A equipe reforça que há crianças, jovens, adultos e idosos precisando de nós. A promoção humana transforma realidades.

Você também pode fazer parte dessa obra. Não é um trabalho da Fundação, da Paróquia São Roque ou dos Vicentinos. O projeto busca a unidade para conseguir aliviar a Cruz de muitos irmãos.

Para conhecer mais sobre o projeto entre em contato com da Fundação da Divina Providência pelo telefone (15) 32718555 ou procure a paróquia mais próxima de você.

 

Veja o antes e o depois da casa de Dona Cida da Vila Nastri II. Obra realizada em 2013 pelo projeto.

antes

adepois

 

Fotos: William Furtado

 

2 comentários

Clique aqui para postar um comentário

    • Boa tarde, Maria!
      Para ajudar, você deve fazer contato diretamente com a Fundação Divina Providência pelo fone (15)3271-8555 ou comparecer na rua Monsenhor Soares, 10, no centro de Itapetininga.
      Deus a abençoe!

      Att,

      Assessoria de Comunicação
      Diocese de Itapetininga

PALAVRA DO BISPO

Dom Gorgônio Alves da Encarnação Neto

FACEBOOK