Rádio Conexão Católica

REFORMA DA CATEDRAL CHEGARÁ À TORRE NESTA SEMANA

Após quase três anos de trabalhos, a reforma da Catedral Nossa Senhora dos Prazeres está chegando ao fim. De acordo com Mário Cerqueira Júnior, mestre de obras e responsável por coordenar as equipes de trabalho, a reforma entra em seu estágio final nesta semana, com o início da pintura e recuperação da torre da Igreja. “A expectativa é de que os trabalhos na torre durem em torno de três meses. Assim, concluiremos a parte externa”, afirmou.

Na última semana, a equipe esteve reparando e pintando a face sul (lado paralelo à Rua Cesário Mota) e o “L” atrás da torre. Segundo Mário, a extensão total a ser pintada era de 6200 m² de parede, somente na parte externa da construção. Além da pintura e restauração de paredes, o mestre de obras contou que, foram também instalados peitoris de granito nas janelas, trocadas todas as esquadrias e instalada a fiação básica para futura iluminação do prédio nas janelas superiores. Está também inclusa nesta etapa, a revitalização de todas as portas externas.

relógioCatedralnovo-fotoArianaAyres (16)
Em 20 de setembro de 2015, as obras de revitalização da parede paralela à rua Venâncio Ayres estavam no início. (foto: Arquivo/Diocese de Itapetininga/Ariana Ayres)

Iniciada em maio de 2013, a reforma era um desafio para a Paróquia, uma vez que o prédio de grandes proporções necessitava de grandes cuidados. “Graças à Deus e à generosidade do povo que aderiu às campanhas de arrecadação e rifas, estamos vencendo as dificuldades”, exclamou.

De 2013 para cá, ele recorda, “trocamos 4 mil m² de telhas do telhado, instalamos calhas, condutores e mantas de alumínio, recuperamos a estrutura do beiral da Cúpula que estava comprometido por cupins, recuperamos o revestimento das paredes externas que estavam comprometidas por infiltrações e mofo, sempre mantendo a arquitetura original da construção. Foram revitalizadas também as três rosáceas (vitrais) maiores onde foi instalado vidro triplo e trocamos a estrutura central (caixilho) de cada uma das rosáceas.

Com o término da pintura, os próximos passos serão a instalação da iluminação externa e das câmeras de vigilância na parte interna, informou.

Foto: Arquivo Pessoal/Pe. Reinaldo Ramos