Rádio Conexão Católica

Santa Sé e Madagascar celebram 50 anos de relações diplomáticas

O Cardeal Secretário de Estado, Pietro Parolin, visitará a ilha de Madagascar em janeiro próximo, por ocasião do 50º aniversário das relações diplomáticas entre a nação africana e a Santa Sé.

O anúncio do estabelecimento das relações deu-se em 19 de setembro de 1966, sendo oficializado com a troca de representantes diplomáticos em 24 de dezembro do mesmo ano.

O purpurado presidirá uma Celebração Eucarística no Estádio de Mahamasina e manterá diversos encontros com as autoridades de Estado, da Igreja local, sacerdotes e seminaristas.

Em junho de 2014, durante visita oficial ao Vaticano, o Presidente de Madagascar, Hery Martial Rajaonarimampianina, convidou oficialmente o Santo Padre para visitar o país onde a presença católica, mesmo minoritária, é relevante.

No comunicado divulgado na ocasião pela Sala de Imprensa da Santa Sé, foi sublinhada “a positiva contribuição da Igreja Católica no caminho da reconciliação nacional e na estabilidade política, assim como a sua contribuição nos setores da educação e da saúde”. Foram destacados ainda temas de interesse comum, como “a luta à pobreza e às desigualdades sociais”

Segundo algumas estatísticas, os católicos no país representam cerca de 24,8% da população. O Anuário Estatístico da Igreja Católica, por sua vez, fala de 33,28% (dados de 2013) e para o mesmo ano, fixa em 15 o número de bispos.

A Igreja Católica está presente no Madagascar desde o final do século XVI, com algumas tentativas de missão realizadas em 1540 e com a chegada dos dominicados em 1580 ,e mais tarde, em 1610, dos jesuítas.

A missão católica foi freada em 1674 com o assassinato de todos os missionários franceses. No século XIX o catolicismo foi banido da Ilha, sendo retomado a partir de 1896. Em 1925 foram realizadas as primeiras ordenações sacerdotais locais. Um dos ordenados, foi ordenado o primeiro bispo do país em 1939. Em 1969, o Madagascar ganhou seu primeiro Cardeal, Jérome Louis Rakotomalala.

Em 1989 o Papa João Paulo II realizou sua visita apostólica ao Madagascar.