Rádio Conexão Católica

SÃO FILIPE NÉRI É MODELO LUMINOSO DA MISSÃO PERMANENTE DA IGREJA NO MUNDO

Tem início às 19h desta segunda-feira, 25 de maio, com a celebração eucarística na Igreja de “Santa Maria in Vallicella”, centro de Roma, o Ano Jubilar pelo V Centenário de nascimento de São Filipe Néri (1515 – 2015).

“O estado permanente de missão da Igreja requer de vocês, filhos espirituais de São Filipe Néri, que não se satisfaçam com uma vida medíocre, pelo contrário, na escola de seu fundador, vocês são chamados a serem homens de oração e de testemunho para atrair as pessoas a Cristo”: é o que diz o Papa Francisco na mensagem enviada para a ocasião, endereçada ao Procurador Geral da Confederação do Oratório de São Filipe Néri, Pe. Mario Alberto Avilés, C.O.

O seu percurso existencial foi profundamente marcado pela relação com a pessoa de Jesus e o empenho a orientar a Cristo as almas confiadas a seus cuidados pastorais, frisa o Pontífice.

Ressaltando ter São Filipe recebido o apelativo de “Apóstolo de Roma”, o Santo Padre destaca que graças também ao seu apostolado, o empenho pela salvação das almas voltava a ser uma prioridade na ação da Igreja; “se compreendia novamente que os Pastores devem estar com o povo para guiá-lo e apoiá-lo na fé”.

“Filipe foi guia de muitos, anunciando o evangelho e dispensando os Sacramentos. Em particular, dedicou-se com grande paixão ao ministério da Confissão, até a tarde de seu último dia terreno”, observa o Papa.

Francisco recorda que São Filipe Néri foi um apaixonado anunciador da Palavra de Deus. Descrevendo-o como um “autêntico pai e mestre das almas”, afirma que “sua paternidade espiritual transparece em todo seu agir, caracterizado pela confiança nas pessoas”, pelo espírito de festa e alegria, pela convicção de que a graça não suprime a natureza, mas a robustece e a aperfeiçoa.

São Filipe Néri continua sendo um luminoso modelo da missão permanente da Igreja no mundo. A perspectiva de sua abordagem ao próximo, para testemunhar a todos o amor e a misericórdia do Senhor, “pode constituir um válido exemplo para bispos, sacerdotes, pessoas consagradas e fiéis leigos”, acrescenta o Santo Padre.

“Sua profunda convicção era de que o caminho da santidade se fundamenta na graça de um encontro – o encontro com o Senhor – acessível a toda e qualquer pessoa, em todo e qualquer estado ou condição, que o acolha com o estupor das crianças”, frisa o Papa.

Francisco conclui confiando os filhos espirituais de São Filipe Néri à companhia de Maria “no caminho de uma adesão a Cristo sempre mais forte e no empenho por um zelo sempre mais verdadeiro no testemunho e pregação do Evangelho”.