“Servir aos irmãos e orar a Cristo, eis a missão do Diácono”, afirma Dom Gorgônio

“Que o Leonardo possa, a exemplo de Nossa Senhora, contando com sua proteção e o seu exemplo, Ela que é Mãe que caminha conosco e nos ajuda também a acolher Jesus e a caminhar e colaborar com Jesus, ser instrumento do Seu amor, da Sua Palavra e da Sua presença”. Esta foi a benção proferida por Dom Gorgônio ao seminarista Leonardo ao fim da homilia na Missa de Ordenação Diaconal nesta segunda-feira (15/05). A celebração foi realizada na Paróquia Santa Cruz, em Tatuí, cidade natal do agora diácono (transitório) Leonardo Mendes Soncin.

A comunidade suplica a Deus pela vocação de Leonardo

Na homilia, o bispo menciona a escolha do lema diaconal do seminarista “Fazei tudo que Ele vos disser (Jo 2,5)” afirmando que, “com Maria aprendemos a ter sensibilidade para com a necessidade dos outros e a interceder a Jesus com a nossa oração – missões do Diácono também estas – sendo instrumentos de Cristo”. Ele ainda esclareceu o serviço prestado pelo Diácono ao contar que o significado é “Aquele que serve” e que deve expressar o “Cristo servidor” do povo, da comunidade, das pastorais e movimentos, nas alegrias e nas tristezas destes.

Pela imposição das mãos, Dom Gorgônio confere a ordenação diaconal

Logo após a proclamação do Evangelho, o Seminarista Leonardo foi declarado apto para o diaconato. Após a homilia, ele foi chamado ao altar onde fez a promessa de obediência diante do bispo. Em seguida, Dom Gorgônio convidou o povo a suplicar a Deus com a cântico da Ladainha de todos os santos. Prostrado ao chão, em sinal de total entrega, Leonardo ouviu os fieis cantarem a ladainha. Ajoelhado novamente, recebeu a imposição de mãos do bispo que fez a prece de Ordenação, consagrando-o. Terminada a oração, os familiares o revestiram com a estola e a dalmática (túnica diaconal) e o bispo entregou-lhe o livro dos Evangelhos. O rito foi encerrado pela saudação da paz em que os padres e diáconos cumprimentam o novo diácono.

Para a ex-ministra extraordinária da Eucaristia e paroquiana da matriz, Thaísa Carolina Pereira, foi uma alegria imensa participar deste momento. “Minha caminhada na Igreja iniciou devido ao Leonardo por meio de um convite para um grupo de jovens, depois em 2011 me tornei ministra devido a ele também. Sou muito grata pela vida dele, por sua perseverança e por fazer parte da minha vida na igreja”, concluiu.

Vale destacar que, esta é a última fase para que o agora diácono Leonardo receba o Sacramento da Ordem no grau de Presbítero. A data deve ser divulgada em breve pelo Conselho de Presbíteros e pelo bispo.

Fotos: Andreia Cristina de Almeida