Última Ordenação Diaconal: Jair é ordenado na Comunidade Santa Cruz

Na última quinta-feira (10/08), Festa de São Lourenço, padroeiro dos diáconos, foi realizada a última ordenação dos Diáconos permanentes, da Escola Diaconal Santo Estevão, na Comunidade Santa Cruz (distrito do Tupi), pertencente à Paróquia Senhor Bom Jesus e São Roque. Recebeu o Sacramento da Ordem, no grau de Diácono, Jair Rodrigues, que tinha duas de suas três filhas participando do Ministério de Música, que serviu na Celebração.

Com uma Igreja repleta de fieis, familiares e amigos do candidato, o Bispo diocesano realçou, durante a homilia, o papel próprio do diácono na missão da Igreja. Segundo Dom Gorgônio, o diácono não está ali para substituir nem o padre e nem o leigo, mas para servir na sua tríplice missão: o serviço da caridade, da Palavra e da liturgia, exercendo uma missão específica que lhe foi confiada pela Igreja e sendo sinal sacramental da presença do Cristo Servo.

Na homilia, ainda, enalteceu a figura de São Lourenço, inclusive durante o seu martírio e, explicou a liturgia do dia. O Bispo diocesano também enfatizou que o diácono deve ser um esposo e pai exemplar, além de dar testemunho de Cristo também no seu trabalho. Por fim, mostrou-se satisfeito com o fato da Diocese contar, a partir de agora, com mais de 100 diáconos permanentes, o que é resultado do incentivo e investimento nessa vocação. Após a homilia, o candidato firmou o propósito de consagração a Deus e de servir ao Povo, prometendo obediência ao Bispo e a seus sucessores.

Diácono Jair Rodrigues

A seguir, enquanto permaneceu prostrado no chão, em sinal de entrega humilde e absoluta a Deus, o candidato ouviu toda a comunidade rezar por ele e pedir a intercessão dos santos. Com o término da ladainha de todos santos, Dom Gorgônio impôs as mãos sobre a cabeça do ordenando e proferiu, em seguida, a prece de ordenação, conferindo o Sacramento da Ordem e consagrando-o como Diácono, para o serviço do Povo de Deus.

Depois que se levantou e foi revestido com as vestes próprias de sua ordem – a estola e a dalmática, o neo-diácono recebeu do Bispo o livro dos Evangelhos, da qual foi constituído mensageiro, e serviu ao Altar durante a liturgia eucarística.

Após a Comunhão, os mais de 25 diáconos presentes cantaram juntos a Oração de São Francisco renovando o compromisso de serem instrumentos da paz em suas comunidades.

Ao final da Celebração, o neo-Diácono Jair fez o agradecimento e a consagração de seu ministério a Nossa Senhora.

Texto e fotos: Divulgação/Escola Diaconal Santo Estevão